Notícias do Sindimoc

Greve dos educadores em Curitiba continua

Curitiba, 20 de março de 2014

Imprimir   Enviar por e-mail

Educadores dos CMEIs de Curitiba e prefeitura não chegam a acordo e greve é mantida

Após nova rodada com a Prefeitura de Curitiba, os educadores dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) decidiram manter a greve em assembleia realizada no final da tarde desta quarta-feira (19). Hoje, o Tribunal de Justiça do Paraná considerou a greve ilegal e determinou o retorno imediato ao trabalho, sob pena de multa diária de R$ 80 mil, mas o coordenador do Sindicato dos Servidores Municipais (Sismuc) afirmou em nota na tarde de hoje que se tiverem que bancar a multa, o sindicato arca com os custos.

O segundo dia da greve dos educadores atingiu 18% das unidades de Curitiba, informou a prefeitura. Segundo o levantamento, das 199 creches da capital, 164 estão funcionando de forma parcial ou integral e 35 ficaram fechadas. Dos 5 mil educadores, cerca de 2,2 mil estão parados e o funcionamento de 79% das unidades está sendo possível em razão do remanejamento de servidores.

Segundo o sindicato, o Departamento Jurídico da entidade vai avaliar os autos da multa e que hoje a prefeitura fez pedido para nova proposta em abril.

 

Fonte das informações: Banda B

Compartilhe esta notícia

Comente esta notícia

Nome

E-mail

Empresa


Comentário (máximo 600 caracteres) | Restam: